Galeiros do Sul





Delírios de um Galeiros que não tinha outra coisa para fazer


- Ser Galeiro é...

- É acordar com a esperança de não estar enganado de que já é sábado;

- É, antes de dormir, dar um olhadela na galo e falar sozinho sem sua mulher escutar... Tu és lindona, minha querida;

- É torcer para o sol brilhar para poder dar só uma voltinha, amanhã;

- É ligar a galo na garagem só para escutar o ronco com a desculpa de não deixar morrer a bateria;

- É colocar a jaqueta, mas antes olhar o brasão;

- É na véspera de uma viagem, lavar, passar uma cerinha, preparar a bagagem e custar a pegar no sono e ainda

acordar cedo demais;

- É sentir a emoção de chegar na concentração do grupo, estacionar no padrão, "cheio de grau", e ainda ser bem

recebido;

- É ouvir os comentários dos outros ao longe: "bah! Olha só, só tem galeiro ali"; "é só CBX"!!!

- É sentir a sensação, quase sexual em ver as galos na estrada lá no final do comboio;

- É ser abordado por um galeiro não cadastrado e ouvir: - Como é que eu faço para cadastrar minha moto?

- É fazer um gallonight e dar uma passadinha com o grupo na Lima e Silva só para dar uma enrolada no cabo e poder

ver os pescoços "quebrados" babando nas nossas máquinas... (o que será que comentam?);

- É receber telefonema de outro grupo perguntando se os Galeiros do Sul estarão presentes no seu encontro do fim de

semana;

- É saber que não está só;

- É saber que tem amigos e parceiros com o mesmo objetivo;

- É entrar numa cidade e fazer tremer o chão;

- É ouvir o depoimento que diz: "Já ouvi falar nos Galeiros do Sul";

- É parar numa sinaleira, olhar para os lados, ver gente abrindo os vidros para ver sua galo e ficar "cheio de razão";

- Enfim,

- Ser galeiro é um estado de espírito que só quem tem pode sentir.

- É diferente, podem apostar....

(Desconheço a autoria)

 

 

 

 

 

Copyright 2017 ©Galeiros do Sul - Todos os direitos reservados.