Galeiros do Sul



Vamos fazer uma galoterapia?




O tempo está chuvoso? A novela está chata? Então galeiro, vá para sua garagem, olhe para a sua galo e diga:

Hoje vou fazer uma "galoterapia".

Vai aqui algumas pequenas dicas para o galeiro aproveitar e revisar alguns pontos importantes na sua galo, que poderão garantir uma viagem muito mais prazerosa.

Primeiro, vamos dar uma olhada nas mangueiras do combustível.
Coloque a galo no cavalete central;
Destrave o suporte do capaçete, remova as tampas laterais direita e esquerda e retire o banco.



Feche o registro de combustível.
Desligue o conector do sensor do medidor de nível de combustível;
Remova o parafuso de fixação do tanque de combustível, levante o tanque, desconecte a mangueira do vácuo e o conduto de combustível do registro e remova o tanque colocando-o com cuidado em um locar plano.



Examine as mangueiras de combustível e a de vácuo, e se notar algum desgaste, troque-as.
Confira também o estado do filtro de combustível. Feche o registro da gasolina. Remova o copo do filtro, o anel de vedação e a tela do filtro. Drene o combustível em um recipiente adequado. Tome cuidado pois a gasolina é altamente inflamável. Ao drenar o combustível, mantenha a galo longe de chamas ou faiscas, e não fume no local.



Lave bem copo e a tela do filtro.



Reinstale a tela no copo do registro, alinhando as marcas de referência. Examine o estado do anel de vedação; se não estiver em bom estado, troque-o. Reinstale novamente o copo do filtro, certificando que o anel de vedação esteja em sua posição correta. Em seguida aperte bem o copo do filtro.
Após a montagem, verifique se há vazamento de combustível.


Examine agora os cabos de vela. Verifique se estão em boas condições.



Aproveite e desenrosque as velas, limpe-as e verifique a folga entre os eletrodos que deve ser de 0,8-0,9 mm.

Verifique o filtro de ar. Desligue os conectores do regulador/retificador e remova a tampa da carcaça do filtro de ar retirando os quatro parafusos. Aproveite e olhe o estado dos conectores. Conectores em bom estado significa bons contatos da fiação.



Solte a mola de fixação e retire o elemento do filtro de ar. Se não estiver muuuuiiiito sujo, aplique um bom jato de ar para que fique limpo. A fábrica manda trocar o elemento do filtro de ar a cada 12.000 km. Limpe o interior da carcaça do filtro, instale novamente o filtro de ar e prenda-o com a mola de fixação. Instale novamente a tampa com os quatro parafusos e religue os conectores do regulador/retificador.



Esse é o sistema de ventilação da carcaça do motor, o compartimento do filtro do ar.




Periodicamente desconecte os cabos do acelerador nas suas extremidades superiores. Lubrifique os cabos e seus pontos de articulação com óleo de baixa viscosidade ou um lubrificante especial para cabos (recomendado pela Honda). Aliás falando em lubrificar, vai abaixo todos os pontos que devem ser lubrificados em sua galo.





E que tal verificar também o nível do fluido de freio e o estado das pastilhas?



Verifique o nível do fluido com o reservatório paralelo ao solo. Um cuidado especial ao abastecer o fuido de freio para não derramar sobre as superfícies pintadas da sua galo, pois poderá manchá-las. Tenha também o cuidado de proteger o tanque de combustível com um pano seco, sempre que for repor o fluido de freio no reservatório. Se notar que o nível baixou, significa que as pastilhas estão mais gastas. Verifique o estado das pastilhas de freio e troque-as se for preciso.

A seguir vista explodida do sistema de freio hidráulico a disco da CBX 750 F.



E as lâmpadas da sinaleira, stop e piscas? Estão todas funcionando? E os fusíveis? Tudo em dia?






Tenha sempre em mãos alguns fusíveis de reserva. Nunca se sabe o que poderá acontecer...


E se a galo apresentar algum defeito "misterioso" como não pegar ou algo parecido, vai abaixo um diagrama e diagnose de alguns defeitos que podem ocorrer com sua CBX 750 F:









Calibre os pneus sempre que for dar uma banda com a sua galo. A pressão correta dos pneus é: dianteiro, 32 Psi (libras). Traseiro, sem carona 32 Psi (libras), com carona 40 Psi (libras).

Para finalizar, verifique sempre que sair com a sua galo, o nível do óleo do motor. Proceda da seguinte maneira: coloque a galo no cavalete central em local plano; dê partida no motor e deixe-o em marcha lenta durante 2 ou 3 minutos; desligue o motor e aguarde mais 2 a 3 minutos; remova o medidor de óleo, limpe-o e introduza-o novamente no local sem rosqueá-lo; retire-o e verifique o nível do óleo.



Se o nível do óleo estiver abaixo ou próximo da marca inferior do medidor, adicione o óleo recomendado até atingir a marca do nível superior.

Um detalhe importante. Se a sua galo ficou alguns dias parada, não a ligue apoiada no cavalete lateral. Coloque-a sempre no cavalete central e deixa-a aquecer por alguns minutos.

Prezado galeiro, depois dessa galoterapia, temos a certeza de que a sua galo está tinindo e pedindo para ser acelerada. Que suas viagens possam ser sempre muito agradáveis e prazeirosas. Mas vá sempre com muita calma porque a pressa é a inimiga da perfeição.



Equipe de apoio do Moto Grupo Galeiros do Sul - Raça por Opção



 

 

 

 

Copyright 2017 ©Galeiros do Sul - Todos os direitos reservados.